Localizado no centro da cidade de Sarajevo na Bósnia e Herzegovina, o museu da Infância em Guerra (War Childhood Museum) é um das mais novas atrações da cidade que retratam um pouco da Guerra da Bósnia entre os anos de 1992 e 1995.

Embora a cidade de Sarajevo possua inúmeros museus (a qual, diga-se de passagem, um melhor do que o outro), o museu da Infância em Guerra não é apenas mais um museu em meio a tantos outros, já que ele consegue apresentar uma vertente única sobre o massacre ocorrido, a partir do relato das crianças que cresceram durante o período da guerra.

O museu tem por base o livro “War Childhood”, em que o autor e ativista Jasminko Halilovic, (que também vivenciou a guerra), retrata os relatos e memórias de jovens e adultos no período da guerra, quando estes ainda eram apenas crianças.

museu-da-infancia-em-guerra-dentro

Características do museu da Infância em Guerra

O espaço utilizado pelo museu não é grande, na verdade ele é do tamanho de um pequeno galpão. E para absorver todo o conteúdo do museu cerca de 1h é o suficiente.

A exposição embora trate de um tema pesado, ela consegue apresentar a seus visitantes tal conteúdo de uma forma que este não sinta toda a intensidade e peso do que está sendo retratado ali, o que não significa que não faça seus visitantes se comoverem.

Os itens no museu são apresentados em grande parte como um relato de quem vivenciou tal período ainda criança, junto a um objeto que tenha ligação com tal memória apresentada, sejam eles brinquedos, fotografias, peças de roupa entre outros.

Em alguns casos, o próprio relato é desnecessários pois os mesmo são tirado de cartas e diários escritos no período.

No museu também é possível encontrar alguns testemunhos em vídeo ou apenas em áudio, todos com a possibilidade de tradução para o visitante do museu.

museu-da-infancia-em-guerra-item

História do museu da Infância em Guerra

Recolhendo relatos e as memórias para o livro “War Childhood”,  o autor se deu conta de que muitos dos entrevistados ainda guardavam objetos específicos que estavam ligados às suas memórias sobre aquele período.

A partir disto ele se junto a outras pessoas com o intuito de criar uma coleção para um museu. O que lhe rendeu cerca de 3.000 objetos e mais de 60 relatos orais de histórias. (embora a atual exibição apresente apenas um pequeno número deste montante).

Em maio de 2016, os responsáveis por este projeto conseguiram sua primeira exposição temporária no Museu Histórico da Bósnia e Herzegovina, o que se seguiu em outras cidades

Até que em Janeiro de 2017 o projeto conseguiu expor todo seu conteúdo de modo permanente em Sarajevo.

museu-da-infancia-em-guerra-logo

Ação social pela Paz e o museu da Infância em Guerra

Após o sucesso em fornecer aos bósnios de todas as idades uma rara oportunidade de enfrentar os traumas de seu passado recente, sem reforçar nestes a raiva o desejo de vingança, os responsáveis pelo museu da Infância em Guerra expandiram suas atividades no exterior.

Atualmente, este projeto opera no Líbano, na Ucrânia e nos Estados Unidos, o que o tornou em uma plataforma internacional que dá voz a crianças de guerra atuais e antigas.

Seu rápido crescimento agregou muita atenção e facilitou a colaboração entre o museu e algumas das principais universidades do mundo. Que já lhe rendeu o privilégio de se apresentar nas maiores conferências sobre construção da paz, juventude e museus, com cobertura da mídia de Nova York a Tóquio.

Curiosidades sobre o museu da Infância em Guerra

Desde setembro de 2016 o tenista bósnio Damir Džumhur, que nasceu durante o cerco a Sarajevo é tipo como o embaixador do museu.

O museu da Infância da Guerra ganhou reconhecimento como o único museu do mundo focado exclusivamente em crianças que foram afetadas pela guerra.

Em 2018 um dos prêmios mais prestigiados da indústria dos museus, foi atribuído ao museu da Infância em Guerra como parte do prêmio de museu europeu do ano.

museu-da-infancia-em-guerra-dentro2

Por que visitar o museu da Infância em Guerra?

A meu ver, visitar qualquer museu que relate as barbaridades ocorridas na guerra da Bósnia é algo válido e muito informativo. Mas admito que poucos museus que tem como foco retratar guerras ou as consequências destas, seja ela qual for, me sensibilizaram tanto quanto o da Infância em Guerra.

Até por se tratar de relato de quem no período eram apenas crianças o conteúdo acaba por ser algo que atrai a atenção e não apenas por isso, mas por tratar de algo que poderia ter ocorrido a qualquer um, já que esta foi uma das mais recentes guerras que ocorreram.

Localização e contatos do museu da Infância em Guerra


[row]
[column width=”25%”][wp-svg-icons icon=”home” wrap=”i”] Website[/column]
[column width=”25%”][wp-svg-icons icon=”facebook” wrap=”i”] Facebook[/column]
[column width=”25%”][wp-svg-icons icon=”twitter” wrap=”i”] Twitter[/column]
[column width=”25%”][wp-svg-icons icon=”instagram” wrap=”i”] Instagram[/column]
[/row]